Mulheres representam mais de 50% do público engajado nas redes sociais da Braziliex

O interesse feminino em Bitcoins e em outras moedas virtuais está aumentando de maneira expressiva na Braziliex, representando 51% do envolvimento do público na companhia. Dando ênfase à pesquisa realizada pela empresa, a Coinbase Inc., uma das maiores bolsas de moedas digitais dos Estados Unidos, afirmou que 46% de suas novas contratações no ano de 2017 foram de mulheres.

banner-dia-das-mulheres

 

Criada pelos desenvolvedores Marcelo e Ricardo Rozgrin, a Braziliex possui atualmente mais de 50 mil clientes ativos, e opera 12 criptomoedas, oferecendo aos investidores acesso direto a elas por meio de Reais (R$).

“Acreditamos que nos próximos anos possa haver um equilíbrio de investidores de ambos os sexos, o que será extremamente benéfico para o segmento das criptos”, afirma Ricardo Rozgrin, diretor da Braziliex.

Você pode consultar a nossa página no Facebook através do link: http://facebook.com/braziliex

 

Os comentários estão fechados.

EM CIMA ↑